sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

GULBENKIAN


Quando algo que nos é familiar, que vemos com frequência, ainda tem a capacidade de nos surpreender ... é fascinante.

Este jardim tem sempre algo novo, um pormenor que alterou, um ângulo diferente de ver a mesma paisagem.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

LISBOA: RIO TEJO II

Reflexos no rio Tejo na zona da avenida Ribeira das Naus:



Os reflexos não se descobrem ao olhar,
os reflexos vêem-se quando há Tempo.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

ALENTEJO: CADEIRÃO

Fui ao Alentejo ... em busca de um cadeirão para ver um filme.


Percorri kilometros, passei pontes, atravessei charcos, subi árvores ...

em busca de um cadeirão confortável para me sentar e assistir a um bom filme com qualidade HD ...

... e encontrei o meu cadeirão!!


Simples e natural ... em madeira pura ... no melhor chaparro do mundo :)

Sentado no meu cadeirão assisto ao meu filme, com o melhor som:
vejo os bandos de corvos marinhos que aparecem por trás das árvores do meu cadeirão ... alguns corvos voam mais baixo e oiço-os ... oiço o "enredo da história do meu filme".


Nas águas calmas alguns patos aparecem e mergulham,
e voltam a aparecer ...
serão patos???
Foco a imagem com mais qualidade ...


... e observo duas cristas atrás da cabeça, um pescoço avermelhado com alguma plumagem espetada ... consulto a lista de 5 páginas oferecida na receção do complexo turístico mais próximo, e descubro que se trata de um Mergulhão-de-crista.

yupi!!!

E eu a pensar que naquela Reserva Natural já tinha visto de tudo, já tinha visto Garça branca, Garça real, Cegonha, Flamingo, Pato real, Galeirão, Maçarico-das-rochas, Falcão, ... mas uma lista de 5 páginas de aves já vistas na zona ...
parece que ainda tenho muito mais filmes para ver no meu cadeirão.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

DIA de SOL

Se eu fosse baby ... gritava até me levarem a passear no carrinho
Se eu fosse criança ... brincava o dia todo e chegava a casa todo sujo
Se eu fosse adolescente ... namorava o dia todo
Se eu fosse adulto ... apanhava sol toda a hora de almoço

E se eu fosse adulto e pensasse como criança??? O que faria num belo dia de sol??? ;)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

ESCAROUPIM

O porto palafítico do Escaroupim localiza-se a cerca de 8Km de Salvaterra de Magos.

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Escaroupim

Aqui,
longe de tudo ...
e no mais puro Silêncio,
realizam-se Passeios de Natureza para observação de aves no rio Tejo.

Em barco silencioso, por entre canais, ilhas e bancos de areia, descobrem-se recantos mágicos e perdidos no Tempo.
Durante o percurso observam-se centenas de aves que aqui habitam, nidificam e/ou pernoitam.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

LISBOA: RIO TEJO

Lisboa, entre o Cais das Colunas e o Cais Sodré, pode-se fazer uma curta caminhada encostada ao rio Tejo.
Um excelente passeio à hora de almoço, num belo dia de sol. E uma excelente alternativa a mais uma hora  sentado numa qualquer cadeira de um restaurante, apinhado de gente porque está na hora de almoço para todos os trabalhadores.


E para quem gosta de apreciar o rio mais de perto podem-se percorrer os degraus da avenida Ribeira das Naus e ir descendo degrau a degrau ... desde que se tome atenção aos barcos que atravessam o rio e provocam ondas inesperadas ...
oppsss ... 
regressa-se com os pezinhos a fazer choc, choc, lol lol.


Mas como está um belo dia de sol pode-se ficar sentado nos degraus a secar os sapatos, que até é um bom motivo para contemplar a imensidão do rio, as gaivotas que pairam por ali, ou ficar simplesmente sintonizado a repousar no som provocado pelas ondas que batem ali tão perto de nós, e conseguem cancelar o ruido da avenida, que se torna distante.

Ali sentados naqueles degraus, um aqui, outro acolá, várias pessoas perdem-se no Tempo e na amplitude do Espaço.


Do lado do Cais Sodré há o quiosque Ribeira das Naus, para um almoço light ou uma bebida quentinha nas cadeiras mais próximas do rio, a uns centímetros do muro que faz a fronteira entre água e terra.


Do lado do Cais das Colunas o barco do bar Cais da Favorita também serve umas bebidas e também tem umas cadeiras para recostar, e ver água, ponte 25 de Abril e céu.


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

CAMINHADA AMG VI

Todos os domingos, no mesmo local, para uma caminhada diferente.

Uma caminhada entre Amigos.
Amigos que "caminham juntos", mas que ao domingo se encontram para partilhar uns momentos em conjunto. Para caminhar num dos locais com mais Espaço e Silêncio de Lisboa. Onde as buzinas estão longe, e as alternativas de caminho são várias.


Estamos no Parque do Tejo e para que lado vamos hoje???
- vamos para a direitaaaaa

Chegámos à marina e voltámos.


Voltámos cheios ... para mais uma semana de lutas e de vitórias, de fraquezas e de conquistas.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

CORRIDA II

Parou de chover! Yupi!!!!!
Vou correeeerrrrrrr


E no Silêncio do entardecer corri 6km no Parque das Nações: 
- a ver o rio
- a ouvir o som das ondinhas
- a desviar-me das poças de chuva
- a ver os verdes e os castanhos que a chuva intensificou
- a ouvir os pássaros que se escondiam nas copas das árvores

Splash!! Pezinho na poça!! Ooppssss que a água está gelada :)


sábado, 4 de fevereiro de 2017

MOMENTOS


O pôr do Sol é um momento lindo que desaparece rápido ... como quase todos os momentos lindos.

No entanto existe todos os dias ... se buscarmos, encontraremos.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

ENTARDECER

Estou em Lisboa, saio do metro na paragem Oriente, atravesso o centro comercial Vasco da Gama
e perco-me entre mastros, reflexos e céu rosado ...

Olhando em profundidade ... o que parece ao longe, não o é ao perto.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

ESCRAVO

"Todo o homem é escravo daquilo que o domina"

Drogas, álcool, tabaco, ... isso são dependências já bem conhecidas.

Mas:
- escravo da rotina
- escravo da posição de conforto
- escravo do "tem que ser"
- ...
- escravo de tudo o que domina

rouba o Silêncio interno.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

CORRIDA

Fui correr ...
à beira rio,
ao entardecer,
... fui correr.

Fui correr sem fones nos ouvidos.
Fui ouvir o som das aves.
Das aves que não se vêm,
mas que se ouvem no escuro do entardecer.



E que tal um concurso???
- ganha quem ouvir mais pius de ave